Como surgiu o Linux e por que ele está cada vez mais popular?
Entenda como e quando surgiu o Linux e o quanto sua popularidade está crescendo.

Por Diminua
28/10/2021 14:33:16

 

Linux é o maior projeto de Software de código aberto do mundo

Antes de chegar no Linux propriamente dito, precisaremos voltar até 1964. época em que a maior parte dos computadores eram imensos e ocupavam um cômodo, além de exigir várias pessoas para opera-los, nesta época nascia um sistema operacional chamado Multics. O Multics foi o primeiro sistema operacional focado em uso remoto de terminais, era ideal para ambientes corporativos e universidades e seu desenvolvimento surgiu após uma parceria do instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) com a General Eletric e a Bell Labs.

Já em 1970 o UNIX surge, criado por dois ex-membros da equipe do Multics, considerado menos complexo, o UNIX foi ainda mais usado em meios acadêmicos e industriais e acabou sendo a base ou melhor dizendo a inspiração para muitos sistemas modernos. Algumas modificações no UNIX transformaram ele em um Solares e até o Mac OS X tem como antepassado o UNIX.

Em 1987 vem a última parte desse enigmático quebra-cabeça, o Minix, outro sistema operacional para uso em universidades foi desenvolvido por Andrew Tanenbaum e baseado no Unix, porém, dois anos depois a história do Linux começa.

 

Surge o Linux

Em abril de 1991 um jovem estudante chamado LInus Torvalds começa a trabalhar em uma versão própria, gratuita e de fácil distribuição do UNIX, visto que, ele já não estava tão interessado em comprar sistemas caros ou de grandes empresas como MIcrosoft, Apple. A Escrita do código foi iniciada do ZERO, com inspirações nos sistemas operacionais citados aqui antes. No principio Linus anunciou em um grupo de discussões na internet que estava criando um sistema operacional baseado em UNIX e que era apenas um hobby, que não seria nada grande ou profissional como os que já existiam.Até que em 5 de outubro de 1991 vem a primeira versão oficial do LInux, a 0.02, já que a versão 0.01 era muito experimental para ser considerada oficial.

 

Por que o nome é Linux?

A explicação do nome é bem simples, Linux é uma mistura de Linus o criador com UNIX que é o sistema pioneiro. No inicio o Linux seria chamado de FreaX mas o nome não agradou nem um pouco alguns colaboradores que fizeram o termo Linux ganhar popularidade, mesmo que o Linus Torvalds não gostasse deste nome no começo.

 

A idea do GNU

Em 1983 a Free Software Foundation e  o desenvolvedor Richard Stallman começam a trabalhar no GNU, um sistema operacional próprio do grupo ativista. A ideia do GNU consistia em ser um dos grandes pioneiros na comunidade de softwares livres, fugindo assim das plataformas proprietárias caras como Microsoft e Apple. Só que no inicio os utilitários da Free Software Foundation eram próprios para o sistema deles e no fim essas ferramentas foram incorporadas ao Kernel do Linux por Torvalds, criando assim o GNU/Linux. Portanto, teoricamente o que muita gente chama de Linux, na verdade é o GNU / Linux, justamente por conta destes utilitários embutidos no Kernel.

 

Kernel seguro e de código aberto

O kernel do Linux é de código aberto e pode ser acessado por qualquer pessoa no mundo todo, copiado e redistribuído com funções modificadas. As distribuições de LInux são compilações do Kernel com alterações variadas no visual, funcionamento e público-alvos diferentes. Por um lado, isso poderia gerar uma fragmentação do sistema pela incompatibilidade de códigos ou programas, entretanto, é uma espécie de concorrência saudável, com o objetivo de melhorar ou dar um toque pessoal, sempre buscando atender a comunidade.

 

Acontecimentos importantes

Infelizmente não é possível falar de todas as distribuições de Linux em um só artigo, porém, vamos focar em acontecimentos importantes que alavancaram esse sistema operacional. 

Em 1992 é lançado a Softlanding Linux System (SLS), uma distribuição que contava com mais elementos que o pacote normal, por isso, inspirou vários sucessores. 

Já em 1993 nasce o Slackware, a mais antiga distribuição de Linux, criada por Patrick Volkerding e baseada no SLS.

O Debian começou a ser distribuído por Ian Murdock em setembro de 1993 e também foi a base para vários outras distros no futuro.

Outra distro que vale a sua atenção é o Red Hat, criado pela dupla Mark Ewing e Bob Young que criaram uma empresa chamada Red Hat Incorporated para focar em distribuições corporativas de LInux e o Red Hat está forte no mercado até hoje!

Em 1996 nascia o Tux, mascote oficial do Linux e que até hoje é muito associado a este sistema operacional, a primeira imagem do Tux foi criada utilizando um software livre chamado GIMP e teve contribuições de vários membros da comunicado. O próprio LInus era fã do Tux e até criou uma história de que foi mordido por um Tux em um zoológico na Austrália para justificar tudo isso, mas, obviamente isto era uma brincadeira, o nome Tux significa Torvalds Linux.

 

Cada vez mais popular

Com o passar do tempo o Linux vai ficando cada vez mais popular, em 2007 a Dell inova e começa a vender Laptops com o Ubuntu pré-instalado como uma opção válida, já em 2008 o Android é lançado pela Google como um sistema operacional móvel baseado em Linux. Isso significa que ele utiliza o Kernel que á interface de comunicação do Linux, porem, tem modificações específicas e exclusivas feitas pela Google. O Chrome OS que nasceu em 2010 também tem como base o Kernel do Linux.

Em 2012 nasce o projeto Raspberry PI, um sistema totalmente baseado no Debian, porém, em miniatura e com inúmeras possibilidades de utilização, este ano marca ainda o período em que sistemas Linux passam a ser líder em servidores, ultrapassando os baseados em Unix. Um ano depois é lançado o Ubuntu Touch, uma tentativa de popularizar o sistema em dispositivos portáteis e móveis, a ideia era muito boa e com muito potencial mas, infelizmente ele foi descontinuado quatro anos depois por falta de interesse da comunidade e de um mercado muito competitivo.

Olhando para o presente, as distros recebem atualizações novas e surgem cada vez mais equipamentos que adotam o padrão de Software Aberto, entretanto, em 2016 surge o ataque Mirai, um malware que transforma dispositivos Linux que são menos focados em segurança em exércitos zumbi de máquinas que tem como intuito atacar sites e servidores no formato de uma BotNet. Outra ameaça grave surgiu em 2019, o EvilGNOME, que se disfarça de uma extensão do GNOME verdadeiro e espiona suas atividades.

 

Linux no Brasil

Em 1995 nascia em Curitiba a Conectiva LInux, uma empresa que foi pioneira nacional em distribuições Linux. Ela foi adquirida em 2005, mudando de nome para Mandriva e deixou de existir dez anos depois. Já em 99 nascia o Guia Foca, um completo guia criado por Gleydson Maziolli para quem deseja iniciar a vida em sistemas GNU/Linux.

Outra marca nacional em Linux foi em 2003, quando surge a distribuição Kurumin que teve como seu autor Carlos Eduardo Morimoto, ela foi oficialmente descontinuada em 2008, mas foi a primeira e a favorita de muita gente aqui no país.

O fato é que a comunicado Linux no Brasil é forte e fiel, com várias pessoas produzindo conteúdo e desenvolvendo distribuições por aí, para quem é fã isto é ótimo.

 

Lembrando que isto é só um pouco da imensa história que o Linux possui, este artigo vai ficando por aqui, agradeço pela sua leitura e até a próxima!